Quando o design chega ao coworking

Espaços compartilhados tornam-se comuns, porém as relações neles formatadas podem tornar-se exclusivas, como o charme dos detalhes de lugares singulares Coworking é um espaço de trabalho compartilhado entre duas ou mais empresas que pode juntar também autônomos e freelancers. À iniciativa atribuímos criatividade e interações sociais, com empreendedores se beneficiando de um caldeirão e ideias que surgem de pessoas com diferentes habilidades e perspectivas sobre como resolver os problemas.

Uma série de eventos – formais e informais – estimula o espírito de camaradagem entre os participantes. Entre um papo e outro, um vizinho de mesa pode se transformar ou agregar com novo parceiro de negócios, fornecedor ou cliente. De acordo com dados da revista alemã Deskmag, há mais de 2500 espaços de coworking espalhados pelo mundo. Eles vêm aumentando 80% ao ano. Seu conceito não é novo. Nos anos 90, o professor americano Michael Porter, da Universidade Harvard, já usava o termo clusters para definir concentrações de empresas que compartilhavam suas estruturas.

IMG_8075

Cada sala exibe, na porta, o nome de sua dona, porém a amizade entre as três hoje extrapola os limites dos belos espaços projetados. Todo dia compartilham café, chá ou chimarrão, nas sextas-feiras a semana é encerrada com flutes de espumante e no dia a dia, se uma está atendendo, a outra recebe com a mesma anfitrialidade. E certas estão, afinal o cliente de uma, amanhã pode vir a contratar a outra.

IMG_8121

Sandra, arquiteta, foi a precursora do amplo espaço, posteriormente vieram Jordana, designer de joias, e Taís, designer de interiores. “O bom de estarmos todas juntas é uma ajudar a outra, se uma não está e toca o telefone, a outra atende, vem o cliente e a outra auxilia”, afirma Sandra.

IMG_8087

Jordana complementa: “muitas vezes vem uma cliente minha e vê esse espaço muito bem decorado e pede quem fez, abrindo oportunidade para que eu já sugira o trabalho de minhas colegas, somos parceiras em tudo”. “O que é mais importante é a troca de experiências, opinamos uma no trabalho da outra, considerando que todas têm em comum o design”, diz Taís. E todas foram unânimes: quando uma não está, a falta é enorme. Colegas no escritório, amigas para a vida!

Publicado na edição nº27 da revista Gente que Faz

 



Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!







POSTS RECENTES

Image

Carmen Ferrão personifica a máxima “paixão pelo que faz”

A Superintendente de uma das maiores redes do varejo nacional segue reinventando a empresa criada pelo pai, Lins Ferrão, agora com os pés fincados também na gestão online. Para ela, a maior certeza é aquela que bem do coração, da paixão  Carmen Ferrão não para. Com paixão, ela dirige, junto aos irmãos e primos, o […]

LEIA MAIS
Image

Dall’Agnol R. Júnior, uma questão de admiração

Ele é consagrado, assina projetos arrojados e inovadores, em seus mais de 25 anos de arquitetura e decoração já recebeu diversos prêmios, foi tantas vezes quanto inédito em Casa Cor – quem não lembra a Black Box, o Hammam, a Capela, o Acqua Theater e sua Dance House – só para citar o que rapidamente […]

LEIA MAIS
Image

Masculino e atemporal, em décor de Juseliane Arenhart

  O projeto da designer de interiores Juseliane Arenhart para o apartamento masculino privilegiou a integração, a sofisticação e a atemporalidade, em mostra de elegância ao quociente máximo “O lar carrega as memórias e as histórias do indivíduo, é a nossa extensão material, abriga nossa personalidade e nossos gostos mais particulares. Tudo aquilo que nos […]

LEIA MAIS