Cheers! Uma drinqueria que é um charme só.



 

 

Taís Mallaguez e Luia Mantelli, leves  e criativos, talentos da movelaria, apresentam na linda Bó Jeito de Morar, em Porto Alegre, a primeira criação conjunta de ambos

Eles são talentos na movelaria e no design. Há algum tempo pensavam em fazer um projeto autoral a quatro mãos, só lhes faltava a tipologia, pois buscavam um produto inovador e que se adequasse às novas maneiras de viver: receber em casa, elaborar bebidas, compartilhar receitas, mesmo em ambientes com pouco espaço, mas com inúmeras utilidades. Conviver e comemorar, através de um drinque é possível se descobrir e participar de diferentes histórias, culturas e aprendizado. É possível compartilhar experiências,  viajar no tempo e no espaço, é retornar à coqueteleria, tendência no mundo todo, é permitir-se o luxo do tempo. Luia e Taís curtem  novas receitas ou releituras em taças convidativas para aglutinar amigos. Sabe aquelas pessoas fáceis de estabelecer sintonia, com as quais um papo gostoso faz o tempo se esvair sem razão e nem ao menos vontade de cronometrar? Assim descortinam-se Taís Mallaguez e Luia Mantelli, leves e criativos, autores da mais badalada drinqueria dos tempos que vem. Vem entender o porquê.

 A ideia era o nascimento de um bar compacto, perfeito para um apartamento, um escritório ou um ambiente mais reduzido em uma nova tipologia de mobiliário.  A inspiração de formato veio das caixas de som da Bang & Olufsen, verdadeira terapia do luxo. Os designers somaram seus estilos de desenho e tiveram cuidado absoluto com a praticidade, o material e o acabamento da peça.

“Usamos o latão, dobradiças e a nobre radica de imbuia em alto brilho, rara no mercado”. Luia Mantelli

 

 

 

 

“Foi mais complicado do que desenhar um móvel normal, tivemos que observar muitos detalhes como a espessura da madeira e muitos compartimentos. Nossa intenção considerou uma volta aos anos 70 e à temática dos drinques da era disco, mas com um olhar contemporâneo, daí a importância tanto dos materiais como da forma. Usamos o latão, dobradiças e a nobre radica de imbuia em alto brilho, rara no mercado”, afirma Luia. “Cuidamos muito para que a funcionalidade fosse preponderante. O móvel pode ser tanto fixado na parede como pode ter sustentação, no caso de paredes em drywall. Comporta de seis a 7 garrafas de bebidas e tem compartimentos para dosadores, porta-copos (6), três bandejas de apoio e mais uma para o preparo do drinque”, complementa Taís.

Criado sem pressa e com o protótipo testado e analisado por meses, nasceu um belo móvel com diferencial e valor agregado. Luia e Taís aplicaram todo seu conhecimento da marcenaria artesanal, do varejo e do chão de fábrica, para o resultado final da charmosa peça. “No mundo da moda, isso é alta costura, não é pret à porter”, finaliza Taís.

 

Fotos Rafael Granja|Equipe Fábio Martins

Texto Neiva Schneider

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Zico apita para solidariedade

Endeusado especialmente por japoneses e flamenguistas, o Galinho de Quintino é um dos maiores nomes do futebol brasileiro. E, mesmo após a aposentadoria, dedica-se aos projetos sociais e jogos beneficentes, como uma forma de retribuir do que o esporte lhe deu Lajeado recebeu, em dezembro, a segunda edição do Craques Solidários. Criado em 2016, a […]

LEIA MAIS
Image

Claus e Vanessa: sem medo de amar, ousar e ser feliz

Juntos há 17 anos, tanto na carreira como partilhando uma vida em comum, Claus Fetter e Vanessa Marques são donos de uma trajetória de sucesso por onde deixam os acordes de suas músicas, quer seja nos palcos de grandes shows ou tocando em casamentos, formaturas e feiras Tudo começou lá em 2001, quando se conheceram […]

LEIA MAIS
Image

Casos de colesterol alto podem ter origem familiar

Mapeamento genético da doença será um dos temas abordados em simpósio na Capital gaúcha, neste sábado (19/5) Eventualmente provocado por maus hábitos alimentares, o colesterol alto também pode ter influência no histórico familiar, conhecida como dislipidemia poligênica. No entanto, a cada 300 indivíduos no mundo, um possui a doença em virtude da herança genética direta. Isso ocorre quando o pai carrega consigo um dentre seis genes […]

LEIA MAIS