Setembro é o mês das Ostras no Ponta dos Ganchos

Além do menu, outro destaque deste ano é o workshop sobre a história da produção dessa iguaria em Santa Catarina

Para celebrar o período do ano de maior produção de ostras em Santa Catarina, o Ponta dos Ganchos Exclusive Resort apresenta mais uma vez uma experiência gastronômica especial durante o mês de setembro. Sob o comando do chef executivo José Nero, o hotel promete surpreender seus hóspedes com um menu de quatro entradas, quatro pratos principais e três sobremesas que valorizam a ostra como ingrediente principal.

Entre as criações desta edição está o ceviche de ostras baby com tucupi e pimenta dedo-de-moça, receita que encantou no ano passado, e novidades como o blanquette de ostras com leite de coco, capim santo, cogumelo paris e purê de cará – esta, dedicado ao francês Laurent Suaudeau, um dos ícones da gastronomia franco-brasileira, com quem Nero já trabalhou no resort quando Suaudeau foi chef consultor. “Ele foi o grande responsável por transformar a nossa culinária nos anos 1980, ao introduzir ingredientes brasileiros às tradicionais técnicas francesas”, elogia Nero. O menu com pratos elaborados com a iguaria é complementar ao à la parte do restaurante, que segue como sugestão durante a hospedagem.

E para os hóspedes que se interessarem e quiserem saber mais sobre o cultivo das ostras no estado de Santa Catarina, reconhecido como o maior fornecedor do molusco no Brasil, com 95% da produção nacional, o hotel organizou um workshop sobre o tema com o chef Nero e Vanessa Nascimento, uma expert na área e engenheira de aquicultura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). “Queremos contar um pouco sobre como o estado começou a se destacar na produção sustentável da ostra, quais são os tipos encontradas por aqui e porque elas se adaptaram tão bem”, entrega.

Sabe-se que o clima e as águas do litoral catarinense, mais frias e ricas em microalgas, são alguns dos motivos para o sucesso do cultivo da Crassostrea gigas, ostra de origem japonesa e a mais consumida no Brasil. “Mas também queremos falar sobre a ostra nativa da região, que já faz parte do nosso menu. Menor, com sabor mais suave e adocicado, chamo ela de ostra baby”, diz o chef.

Para quem se interessar no bate-papo, não vão faltar curiosidades, como quando Nero decidiu unir capim santo, açúcar e ostra e criar um sorbet. Ou quando o chef surpreendeu os amigos com um brigadeiro de ostra. Tudo, claro, com direito a degustação.



Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!







POSTS RECENTES

Image

Fernanda Rosa Flores Boutique atualiza loja virtual

Prestes a completar o primeiro ano de sua loja virtual, a Fernanda Rosa Flores Boutique segue buscando inspiração e apresentando novidades. A tempo do Dia das Mães, a florista exercitou sua criatividade em uma nova linha de produtos especiais, com mais lançamentos ainda programados para a data Através do e-commerce, disponível em www.fernandarosafb.com.br, Fernanda Rosa […]

LEIA MAIS
Image

Gincana premia escolas públicas através do Prêmio Nestlé

Em comemoração aos 100 anos no Brasil, Nestlé lança gincana para transformar as escolas públicas em ambientes mais saudáveis Companhia transformou a quarta edição do Prêmio Nestlé por Crianças mais Saudáveis em uma plataforma de engajamento, com propostas de atividades em formato gincana, que podem ser integradas ao plano de aulas e realizadas à distância […]

LEIA MAIS
Image

Marcia Barbosa, a cientista gaúcha reconhecida como uma das mulheres mais poderosas do Brasil

Eleita para a Academia Mundial de Ciências, reconhecida pela ONU Mulheres como uma das cientistas que impactaram o mundo,  distinguida como  uma das 20 mais poderosas brasileiras pela Forbes, a pesquisadora ganha notoriedade no cenário acadêmico mundial com o estudo sobre as anomalias da água Professora de Física da Universidade Federal do Rio Grande do […]

LEIA MAIS