Planeta Decornautas

Os jornalistas e diretores criativos Allex Colontonio e André Rodrigues, as personas por trás da revista colecionável POP-SE e do perfil @Decornautas estão entre os nomes mais festejados, coloridos e intensos do curto-circuito da arquitetura, design, artes e décor

 

Escrevo esse texto voltando do cinema, no meio da semana, em pleno expediente. É uma quarta-feira fria de junho em São Paulo, não é feriado e pegamos a sessão das 14h30 de “Rocketman”, cinebiografia do cantor Elton John, logo após um almoço divertidíssimo com toda a entourage da redação que o circuito conhece como Decornautas House. Mais um dia típico, em que trabalho se mistura à cultura pop e a troca de referências entre a equipe se dá no escurinho do cinema, numa exposição, num museu, numa galeria de arte, num show e/ou ao redor de uma mesa farta.

Com Allex Colontonio e André Rodrigues, labuta-se muito (às vezes aos sábados, domingos e feriados), mas diverte-se mais ainda. E aprende-se todos os dias, é claro. Eles fazem questão de investir no abastecimento intelectual do staff (um time de dez pessoas entre jornalistas e designers que é praticamente o mesmo desde sempre – e quem saiu continua sempre por perto, de um jeito ou de outro) como uma forma de estímulo que se reflete em todos os projetos que assinam, com a nossa ajuda ou sem ela, inclusive na revista POP-SE, almanaque de estilo impresso em formato colecionável, desde já indicada a prêmios internacionais (concorreu aos troféus de Melhor Capa, Design, Fotografia e Ilustração no SPD – The Society of Publication Designers, a mais expressiva condecoração do mundo gráfico) e que acabou virando pauta em publicações internacionais que são referência-máxima, caso da inglesa Monocle que escreveu: “A revista POP-SE colore as bancas e oferece uma resistência bem-vinda ao conservadorismo do novo governo brasileiro”. Usina criativa em constante ebulição, acelerados, corretíssimos em suas condutas, defensores da ética e da transparência, amados pelo mercado e polêmicos em seus posicionamentos críticos no universo da decoração, Allex e André são jornalistas e diretores artísticos que estão entre os nomes mais reverenciados do País nesta seara. Há vinte anos trabalho com eles e acompanho, bem de perto, a rotina e a carreira da dupla que por onde passa desenrola um conteúdo exclusivo – sem ser exclusivista – sobre design, décor, lifestyle, comportamento e arquitetura, entre outras pautas que invariavelmente convidam ao pensar e ao agir dentro de uma estética atualizada e sem amarras. No portfólio do duo há de tudo um pouco e um pouco de tudo: livros, artbooks, revistas, fanzines, campanhas publicitárias, ensaios fotográficos (com celebridades que vão de Regina Duarte a Claudia Leitte; de Ney Matogrosso a Mariana Ximenes; de Elza Soares a Iza; de Vera Fischer a Pabllo Vittar), mostras, consultorias pontuais para marcas e até espetáculos musicais, caso da reabertura do Auditório da Fundação Memorial da América Latina (dirigida por Colontonio em 2017), para a qual desenharam um show com divas da MPB (de Baby do Brasil a Paula Lima) e participação da Orquestra Jazz Sinfônica.

Os Decornautas, de fato, não brincam em serviço quando se trata de bolar soluções “fora da caixa” – seja para devolver um patrimônio público à cidade, seja para reposicionar a imagem de um label –, sempre muito bem referendadas por textões/manifestos que trazem robustez às suas ideias e conceitos. Outra trademark de A+A são as suas palestras e talks sobre estilo e “tendências”, que os próprios preferem chamar de narrativas. Elas fogem do blá-blá-blá superficialista – hoje em dia ao alcance de qualquer um que se disponha a dar uma pesquisada no Google/YouTube – e miram diálogos mais personalizados sobre o habitar e que fazem a diferença na arte do bem viver e no consumo consciente. Cientificamente alfabetizado, como gosta de se autoproclamar, André tem graduação em Química, Letras e Jornalismo. Após colaborar em veículos como Vogue e Jornal do Brasil, ele criou o projeto editorial para um dos mais expressivos sites de moda do País, o FFW. Também editou a revista mag! (título icônico e muito respeitado no universo fashion), as publicações Joyce Pascowitch, Modo de Vida e diversos títulos L’Officiel (além da revista-mãe, encabeçou a Voyage e a Hommes). No design, dirigiu KAZA, GIZ e fez projetos especiais para Melissa.

 

Mariana Ximenes em trabalho de capa de revista produzido por Allex e André

Após dez anos como editor-chefe de Casa Vogue, Allex Colontonio ressignificou o mercado editorial deste segmento (arquitetura/décor) ao lançar a aclamada Wish Casa. Ele foi o responsável por reposicionar a KAZA no mapa com projeto mais arrojado e, anos depois, voltou a sacolejar o mercado editorial com sua premiada revista GIZ. Responde pelos livros de expoentes do traço que vão de Guilherme Torres a Sig Bergamin, e cuida de estratégias de comunicação para marcas que são referência no segmento de luxo, como a Artefacto. Mais recentemente, subiu o volume em alguns decibéis ao criar, produzir e compor, junto com Rodrigues (seu parceiro de casa e de vida há 20 anos) a nova revista que já está na boca do povo. Donos de um jeito de viver idiossincrático e super cromático – um ecossistema onde não há limiar entre trabalhar e se auto-expressar, o apartamento em que viveram durante uma década ficava em Sampa, mas rodou o planeta: da capa da AW Architektur & Wohnen (a revista de arquitetura mais antiga e tradicional da Alemanha), passando pela Design View e pela idolatrada AD Spain. Tamanha visibilidade transbordou do copo: adeptos do lema “o meio é a mensagem” eles dão um passo além com a criação da primeira design house brasileira cem por cento vivenciada – as cobaias serão eles próprios. “A gente acredita que podemos compartilhar nossas referências – criativas, culturais, sócio-comportamentais, científicas, artísticas, técnicas – também por meio do lugar que habitamos. A casa deve ser um meio para veicular mensagens”. Com esses dois a bordo, a gente vive fora de órbita, num universo muito além da imaginação. Que venham mais 20 anos – daí eu me aposento!

 

Por Ana Paula de Assis

Fotos Divulgação

Conteúdo apresentado na edição 44 da revista Gente que Faz

 



Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!







POSTS RECENTES

Image

Peru de indulgências

Há viagens que,  com as experiências que nos possibilitam, carregam promessas de que ao retornarmos de longe, nos entregarão almas abertas e corações que cantam. Quer saber como foi comigo? Antes preciso dizer que foi minha primeira vez no Peru. E já entendi muito bem a máxima do fotógrafo internacional Mário Testino, quando afirmou que […]

LEIA MAIS
Image

5 países abertos para brasileiros que valem a visita

Com o avanço da vacinação e a evidente diminuição do número de casos no Brasil, aos poucos os países estão reabrindo suas fronteiras aos turistas brasileiros. As boas notícias contribuem não apenas para fortalecer o setor de turismo, um dos mais afetados durante a pandemia da Covid-19, mas também para dar mais confiança a quem […]

LEIA MAIS
Image

Visual bombado, arrojada e vestida para festa

Por Matheus Sartor, editor de carros para Gente que Faz Tivemos a oportunidade de experimentar a principal novidade deste primeiro semestre da Ford, a Ranger Black, trafegando com estilo, desempenho, equipamentos, tecnologia e conectividade nos principais cenários do sul do país. Sem contar que literalmente a meteorologia nos possibilitou estradas com todos os climas e […]

LEIA MAIS