Onde nasce o sorriso

 Dizem que o sorriso é a curva mais bonita no corpo de qualquer pessoa. Ele nasce de um estado de espírito, de uma alegria momentânea, do sentimento de estar de bem consigo mesmo. E tem um poder transformador. Foi a partir de um novo sorriso que a dentista Viviane Dallé encontrou o caminho para ser mais feliz. Ela deu um up na autoestima, se fortaleceu para cruzar um período de superação pessoal e passou a se destacar ainda mais na sua profissão – justamente na estética bucal. Ao compartilhar sua história, quer inspirar os pacientes a se sentirem mais preparados, seguros e confiantes para os desafios desta vida.

 

Mãe de duas meninas – Manuela, 9 anos, e Júlia, 6 anos – a dentista Viviane Dallé tomou um susto quando parou para analisar a foto da família no primeiro aniversário da caçula. Comentou com o marido, o também dentista, Gustavo Costantin: “Preciso emagrecer, essa não sou eu!”. Com 1,6 metro de altura, pesava 69 quilos.

Nesta época, Viviane estava se aperfeiçoando em odontologia estética e sentiu necessidade de aumentar os cuidados pessoais. Se deu conta que precisava voltar a se colocar em primeiro plano.

“Durante a gestação da Júlia, descobrimos que meu pai estava doente. Isso mexeu muito comigo. Tive complicações que provocaram um parto prematuro. Para poder amamentar, precisava me alimentar muito bem. Mas também acabava comendo de forma compulsiva, abalada com a situação do meu pai, que veio a falecer dois anos depois do diagnóstico”, relata Viviane.

O post que motivou nossa redação à matéria de inspiração com Viviane

Quando resolveu “virar a chave” – um ano após o nascimento da Júlia – procurou um nutricionista, voltou para a academia e começou a correr todos os dias. Em três meses, com exercícios e reeducação alimentar, já tinha atingido seu objetivo de perda de peso. Eliminou 17 quilos. Como consequência, o rosto ficou mais fino, e então decidiu investir naquilo que mais gostaria de melhorar: seus dentes. Após um planejamento, optou pela colocação de lentes de contato dental. O responsável pelo procedimento foi o marido, que junto com ela integra a equipe da Clínica Dr. Eliseu Dallé, em Lajeado.

“Sou dentista, faço isso com tanto amor, preciso ser exemplo. A colocação das lentes foi um marco na minha vida. Comecei a me sentir muito mais mais bonita, a me amar de verdade. Depois disso segui na academia e decidi fazer uma plástica no nariz, assim meu rosto ficou mais harmônico”, conta Viviane.

Aos 38 anos, passados cinco anos da grande mudança, comemora a manutenção do peso e a retomada das calças jeans 34 – tamanho que usava na adolescência.

Carreira voltada à estética

 Entusiasmada com o próprio rosto, a dentista – que é especialista em endodontia (tratamento de canal) e microscopia operatória – resolveu direcionar seu trabalho para a estética bucal. “Consegui associar ambas as áreas, porque o microscópio é um ótimo aliado, oferecendo maior excelência em todos os atendimentos”, pontua Viviane.

Habilitada pelo treinamento DSD (Digital Smile Design), utiliza a técnica voltada à produção digital do planejamento dos tratamentos dentários, com participação ativa dos pacientes, que acompanham e opinam durante o processo. O programa analisa simetrias, linhas e detalhes individuais, sendo capaz de mapear a face por escaneamento. Possibilita a escolha de formato, comprimento, volume e cor das lentes de contato, de acordo com o rosto e o biotipo de cada pessoa. Na sequência, através de softwares 3D, um molde do projeto é impresso.

“Aplicamos um material provisório dentro deste projeto e levamos em boca – sobre os dentes naturais. Assim o paciente consegue enxergar uma prévia do resultado final. Nesta sessão são analisadas as mudanças que necessitam ou não serem feitas para que o resultado seja exatamente igual ao planejado”, contextualiza Viviane.

Ela explica que as lentes de contato dental são lâminas de cerâmica que abraçam o dente, permitindo alteração no formato e na cor. Apesar de pequeninas e delicadas, causam um grande impacto. Sua espessura pode variar dependendo de aspectos como cor e forma dos dentes naturais e do resultado que se pretende atingir. Desgastes nos dentes naturais podem ser necessários, conforme análise inicial de cada caso específico.

Diferente da resina, os laminados cerâmicos não possuem alteração de cor e manchamento com o passar dos anos. Com os avanços na odontologia digital e aperfeiçoamento dos materiais, oferecem o mínimo de espessura com o máximo de resistência. O paciente pode optar por corrigir apenas um dente com uma imperfeição localizada ou quantos desejar. Comparativos do “antes e depois” de pacientes podem ser acompanhados nas redes sociais da dentista e da clínica.

Time integrado


Com a evolução da área estética, o trabalho na Clínica Dr. Eliseu Dallé está mais integrado e completo. Pioneiro em cirurgias dentárias e implantes (já superou a marca de 32 mil colocados), Dallé tornou-se referência mundial por suas técnicas. Está à frente de uma clínica com 29 anos de atividades, reconhecida por seus tratamentos multidisciplinares e profissionais qualificados em todas as áreas.

Na colocação das lentes de contato, por exemplo, muitas vezes são necessárias correções gengivais ou bichectomia (procedimento para redução das bochechas), que são realizadas por Dallé. Ou, havendo necessidade de uso de aparelho antes do tratamento, o atendimento é feito pela dentista Heloísa Dallé, mestre e especialista em ortodontia. Os aparelhos variam desde os mais convencionais até os mais modernos, como é o caso do invisalign – que são alinhadores dentários. A profissional também é responsável pela harmonização facial dos pacientes. Aliás, foi ela quem fez a finalização do rosto da irmã, Viviane. Aqui, vale ressaltar que correções e harmonizações no rosto, como contorno nos lábios e mandíbula, ou preenchimentos, devem ser feitos após finalização dos dentes, pois o ponto de partida é a linha média dental.

“Uma mudança no visual ou na aparência afeta nosso estado emocional de forma positiva ou negativa. Às vezes, nosso eu interior grita por mudança. Por medo de não gostar da nossa nova versão, insistimos no estilo de sempre e permanecemos na zona de conforto. É mais fácil, né? Será que vai dar certo? Será que vai doer? Será que vai ficar artificial? Será que vão falar de mim? Será, será, será…..escuto isso todos os dias. Não precisamos mudar para agradar ninguém, mas para nos reconquistarmos, para sermos mais felizes. Pequenas mudanças geram grandes transformações”, incentiva Viviane.

 



Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!







POSTS RECENTES

Image

Gincana premia escolas públicas através do Prêmio Nestlé

Em comemoração aos 100 anos no Brasil, Nestlé lança gincana para transformar as escolas públicas em ambientes mais saudáveis Companhia transformou a quarta edição do Prêmio Nestlé por Crianças mais Saudáveis em uma plataforma de engajamento, com propostas de atividades em formato gincana, que podem ser integradas ao plano de aulas e realizadas à distância […]

LEIA MAIS
Image

Marcia Barbosa, a cientista gaúcha reconhecida como uma das mulheres mais poderosas do Brasil

Eleita para a Academia Mundial de Ciências, reconhecida pela ONU Mulheres como uma das cientistas que impactaram o mundo,  distinguida como  uma das 20 mais poderosas brasileiras pela Forbes, a pesquisadora ganha notoriedade no cenário acadêmico mundial com o estudo sobre as anomalias da água Professora de Física da Universidade Federal do Rio Grande do […]

LEIA MAIS
Image

Um apartamento para celebrar a arte, a vida e as amizades!

  Um amplo lar para um casal audacioso que trocou uma confortável residência pelas riquezas que consagram sua forma de vida: arte, amigos, vinho, natureza, simplicidade e zero de superficialidade Do elevador à porta que dá as boas-vindas a este apartamento de andar inteiro com vistas inigualáveis para uma pujante cidade do interior gaúcho, já […]

LEIA MAIS