Suplementos alimentares funcionam?



Quem nunca ouviu falar em suplementos alimentares? Eles estão cada vez mais perto de nós: em lojas de produtos naturais, na academia, na internet e até no shopping. Mas entre tanta diversidade e informação, fica confuso entender o que exatamente são e o que fazem no nosso corpo.  Por isso, nossa equipe foi à procura de profissionais que sabem sobre o assunto. Vamos lá?

alimentos-na-capsula

Os suplementos são produtos desenvolvidos para complementar a alimentação. Eles possuem alta concentração de substâncias que podem ser vitaminas, sais minerais, aminoácidos, ervas, extratos e muito mais. Cada um deles possui uma finalidade, desde ajudar no emagrecimento, repor vitaminas, até melhorar a alimentação.

vanessa-leite-nutricionista

Nutricionista Vanessa Leite

De acordo com a Nutricionista Vanessa Leite, a suplementação é uma ótima aliada à saúde, desde que feita corretamente e sob orientação de um profissional. “Todos os produtos devem ser indicados por um nutricionista ou médico. Se consumidos de maneira errada, podem ser muito prejudiciais para a saúde”, salienta. De acordo com a nutricionista, o imprescindível é uma alimentação saudável e balanceada combinada com a prática de atividades físicas. “Não adianta suplementar sem ter um estilo de vida saudável”, garante.

Conforme o médico Márcio Nutels, nutrólogo e ortomolecular, é importante prestar atenção em um dado assustador. “Sabemos que o poder nutritivo dos alimentos vem caindo drasticamente. Certos alimentos chegam a apresentar até 60% menos nutrientes do que continham 30, 40, 50 anos atrás”. Segundo ele, suplementar se tornou um dos pilares para qualidade de vida, desde que não se deixe a alimentação equilibrada de lado. A suplementação vem para complementar.

Os suplementos têm um papel importante na vida das pessoas. Segundo Nutels, se feita adequadamente, pode ser usada para suprir carências nutricionais, melhorar a função cognitiva, favorecer o emagrecimento, melhorar a performance esportiva, diminuir a ação do estresse oxidativo, para favorecer uma gestação mais tranquila e saudável, diminuir fatores associados a doenças como infarto, AVC, Alzheimer, Diabetes, entre outras. Por outro lado, uma suplementação inadequada pode trazer prejuízos à saúde como a sobrecarga renal, hepática e o desconforto gástrico.

O ideal, em todos os casos, é sempre consultar um especialista. É ele quem poderá indicar as melhores marcas, quantidade e tipos de suplementos. É importante ressaltar que cada organismo possui uma demanda diferente de nutrientes. Ajustar as doses é fundamental. Já os exames de rotina poderão mostrar pequenos déficits de vitaminas que podem ser facilmente melhorados com a suplementação.

marcio-nutels-nutrologo

Márcio Nutels, médico nutrólogo e ortomolecular

É o caso de pacientes vegetarianos e veganos. O não consumo de alimentos de origem animal pode gerar uma carência de vitaminas e sais minerais que são encontrados na carne. De acordo com Nutels, apesar de existir excelentes fontes de proteínas vegetais, como a quinoa, por exemplo, elas tendem a apresentar um valor biológico mais baixo que a proteína animal. “Normalmente, na proteína animal está presente uma quantidade maior de aminoácidos essenciais, aqueles que nosso corpo não produz e precisamos adquiri-los com a alimentação”, ressalta.  No entanto, do ponto de vista proteico, “é possível adequar bem a alimentação das pessoas que optam por não ingerirem proteína animal a fim de não apresentar alguma deficiência”, conclui.

Entretanto, os pacientes adeptos do veganismo (em especial pessoas que não consomem nenhum produto de origem animal – leite, ovos, carne, mel, etc., e também não utilizam marcas que fazem testes em animais e roupas que contenham produtos animais, como o couro), podem apresentar deficiência de vitamina B12. A ausência dela pode resultar em dificuldades com a memória, capacidade de raciocínio, aumento do risco de fenômenos tromboembólicos (infarto, AVC), fraqueza, anemia, formigamento, entre outros. Por isso, consultar um médico é essencial. “É necessário fazer um adequado acompanhamento e através de exames laboratoriais podemos diagnosticar alguma possível carência nutricional e suplementar conforme a necessidade de cada um”, ressalta Marcio Nutels.

Juliana Kuniyasi, 24 anos, decidiu parar de comer animais em outubro do último ano. Para buscar saúde e conhecimento sobre a sua alimentação, decidiu fazer acompanhamento com uma nutricionista. Dois meses após a primeira consulta, Juliana realizou os exames para checar os níveis de ferro e vitamina. De acordo com o resultado, o número de vitamina B12 estava abaixo do necessário. Foi aí que começou a suplementação. “Minha saúde melhorou 100%. Raramente fico doente porque procuro manter o organismo resistente e a imunidade está sempre alta. Minha alimentação é extremamente saudável, sempre procuro consumir alimentos orgânicos e quase não consumo industrializados”, ressalta. Mais tarde, com a prática regular de atividade física, a estudante também acrescentou outros dois suplementos: o BCCA e a proteína isolada vegetal. “Eu vejo mês a mês a minha evolução física e claro que os suplementos têm uma parcela nisso. Eles cumprem os seus papéis”, conclui.

No caso de atletas e pessoas que praticam atividades físicas regularmente, há uma grande variedade de produtos para os mais variados objetivos. Os suplementos mais conhecidos são os a base de proteína, como o whey protein. Eles são usados, na maioria das vezes, por pessoas que estão em dieta para perda de peso e também ganho de massa magra. Cada produto contém a proteína de um alimento em alta concentração: leite, ovo, carne, soja e etc. Eles ajudam a criar músculo, por isso, devem ser ingeridos por pessoas que fazem musculação e atividades físicas. Nesses casos, também é necessário supervisão de um profissional.

saude-mensch-suplementos-alimentares-01

Já sobre o queridinho das mulheres, o’’ colágeno, é imprescindível fazer um alerta. Diversos rótulos de produtos prometem cabelos, peles e unhas mais fortes. De acordo com a Vanessa Leite, não existe comprovação científica que o colágeno faça bem para a saúde. Entretanto, ele possui uma quantidade boa de proteínas, que trazem muitos benefícios para o nosso corpo. Em algumas pessoas pode funcionar e em outras não. A absorção varia muito do organismo de cada paciente.

Para as mulheres que buscam melhor qualidade de vida, beleza e disposição, não existe fórmula mágica. Segundo Vanessa Leite, o truque é consumir bastante proteína. O segredo está nos próprios alimentos. Anote as dicas da nutricionista!

  1. Alimentação com menos sódio
  2. Dieta equilibrada com todos os nutrientes
  3. Sentir saciedade com grãos integrais
  4. Aumentar a proteína e diminuir o carboidrato
  5. Chá de hibisco diminui a retenção de líquidos, promove o desinchaço, alivia a ansiedade e os efeitos da TPM
  6. Chá verde acelera o metabolismo, ajudando no emagrecimento e controle de peso
  7. Chá de camomila é um calmante natural que ajuda a dormir melhor

Já Nutels desenvolveu os sete pilares para uma vida longa e saudável.  Anote aí.

  1. Alimentação equilibrada
  2. Alimentação equilibrada
  3. Suplementação adequada
  4. Saúde intestinal
  5. Prática de atividades físicas regularmente
  6. Sono restaurador
  7. Apender a lidar com o estresse
  8. Manter o equilíbrio hormonal

De acordo com ele, buscar suplementos confiáveis e acompanhamento profissional ajuda muito. Entretanto, seguir os sete pilares é o que fará a diferença na relação qualidade de vida, saúde e longevidade. “Não tenha dúvida que seguir um caminho fundamentado nos pilares, poderemos desfrutar de uma vida plena, com muito mais saúde e sem limitações”, conclui.

Publicado na edição 32 da revista Gente que Faz

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Final de semana na Serra Gaúcha como você nunca imaginou

Que tal uma programação diferente para curtir o outono inverno? Nossa equipe experimentou e aprovou duas experiências incríveis em Pinto Bandeira e Gramado! Que Gramado é um dos destinos preferidos para curtir o friozinho, todo mundo sabe. Mas que tal uma programação diferente que reúna todo o charme e aconchego da capital do cinema + […]

LEIA MAIS
Image

O ‘glamping’ começa a ganhar fama no Brasil

Natureza, conforto e glamour combinam sim! Foi descoberto pelos britânicos, os australianos dão uma aula com o Longitude 131 e por aqui a tendência ganha corpo No entanto, pouca gente sabe o que é essa prática e, mais importante, qual tipo de turista se encaixa nesse estilo de viagem. A definição que provavelmente estará nos […]

LEIA MAIS
Image

De olho no futuro, sem esquecer as raízes

Dossiê sucesso Firmada como uma das mais importantes e sólidas grifes mundiais de mobiliário, a Florense trabalha com perfeição seu amanhã nos mesmos alicerces em que foi fundada há 65 anos e o que impressiona é o fio condutor dos valores que a perpetuam Em Flores da Cunha, cidade da Serra gaúcha, com menos de […]

LEIA MAIS