Kenoa, com sotaque português e sobrenome alagoano



No Kenoa, o paraíso dialoga com a natureza e a exclusividade. Sim, o paraíso tem endereço certo

A apenas 30 km de Maceió, encontramos um referencial de hotelaria que, sem dúvidas, desafia o segmento no nosso país. Pedro Marques, empresário português e CEO do resort, foi pioneiro ao apostar no conceito eco-chic design no Brasil.

 181fab_c778965af91447b1b5a5d82ed26e3c8c

 Já havíamos nos inteirado um pouco sobre o que encontraríamos, mas durante os três dias em que lá estivemos, íamos sendo surpreendidos aos poucos. Aliás, a excelência inicia na reserva, com um formulário a ser preenchido com detalhes como ritmo musical preferido. Um dia antes da chegada, um telefonema de boas-vindas é recebido.  Assim como a natureza nos presenteia em luas, o Kenoa apresenta a cada dia estrofe seguinte de sua poesia.

181fab_3e8451098dea4d048c88e093615c0d8e

“A partir de agora, vai ser difícil encontrar hotel que me satisfaça”, comentou um hóspede com quem interagimos.

181fab_a93237ea0e8e4b5794b2918af6e3c38d

 Ao chegar no endereço discreto, não imaginamos o que se descortina. O santuário privado nos recebe com o frescor de um coquetel servido pelo atencioso José Maria e com o bem receber de Renata. E então, detalhes revelam uma arquitetura surpreendente de Osvaldo Tenório, que elegeu madeira e metal rústico, paredes de pedra ou argamassa natural, palha, troncos de eucalipto de reflorestamento, janelões com vistas à prodiga natureza. A identidade eco-chic do resort ora conversa com a Mata Atlântica, ora com o azul-turquesa do oceano.

É então que descobrimos o equilíbrio, quase um santuário, no caminho à suíte. Confortáveis camas imaculadamente brancas e a dança das palmeiras em um perfeito tapete verde pedem para contemplar: à frente, duas piscinas de borda infinita revestidas de pedra e debruçadas ao mar de azul profundo. O staff de serviço, com uniformes em algodão natural e de estilo despojado, é discreto e sensível a qualquer necessidade do hóspede.

181fab_345241f3322642c7820929e36a6bd0e6

O cenário irretocável nos leva à suíte 18. No complexo todo, há 23 suítes de cinco categorias diferentes, todas com vista para o mar e algumas com acesso exclusivo à praia. Há unidades com piscinas privativas e outras com ofurô.  Lembram que respondemos ao questionário mencionando nosso estilo musical preferido? Pois era o que tocava quando entramos neste paraíso com vista para a reserva natural e, ao fundo, o mar. Flores sobre a cama, portfólio de filmes à disposição, surpresa gourmet à tarde e à noite ao chegar no quarto, banheiro divino com um maravilhoso chuveiro incrustado na madeira e ladeado por areia, pedra, madeira, luz e natureza.

181fab_15a40bbe4ac849eea5ca42bb74dcc969

181fab_2d5fae66f6dd42a591a1ef905ab25fdb

181fab_5222733cd69741ab9e403b65f50eb6bf

O carinho e o cuidado com todos os hóspedes são surpreendentes. Se for o dia de seu aniversário, todos os funcionários o cumprimentarão. O seu suco predileto – seja laranja com berinjela, maracujá com manga e hortelã ou outro –  será servido no café da manhã e seus desejos, com a simples menção no dia ou horário seguinte já serão satisfeitos. E onde a contemplação vira regra, inclusive o SPA, com produtos Germain e Shiseido, convida às melhores experiências. A massagem Wako Kenoa, unindo estímulos e leveza e tendo como base a dança e seus movimentos rítmicos, é perfeita para casais que desejam uma experiência sensorial ao máximo. E se deliciando com este momento no final do dia, nosso próximo tempo foi no terraço do complexo, a nove metros de altura, transformado em lounge no entardecer, com uma indescritível vista. E é bom demais guardar todas essas sensações na retina.

Experiências gourmet

181fab_ef66b7d87ae442e4beaf2af05b5f47e6

181fab_0475936ce40c437e92f65d51ba875a32

Um coquetel, geleias produzidas com carinho, décor esmerado um dia com pimenta e outro com acerola sobre as mesas com toalhas de renda filé, somam-se às indulgências da boa mesa apresentadas pela equipe que conduz cardápio do chef César Santos – à frente do famoso restaurante Oficina do Sabor, de Olinda –  no restaurante Kaamo. De Portugal, trouxeram a cataplana (panela de cobre em formato oval) e nela são produzidas receitas levando frutos do mar, pimentões multicores, leite de coco e cheiro verde, que se somam aos acompanhamentos, purê de banana, farofa de camarão seco e arroz de brócolis. Mais um detalhe de sustentabilidade é percebido no restaurante, guardanapos e toalhas de linho são dispostas com arte sem necessitar serem passadas.

Passeios exclusivos

Vontade de deixar este paraíso não dá. Mas tentados somos, pois um portfólio de atividades proposto pelo hotel convida a programas imperdíveis, como visitar a comunidade produtora de ostras Vila Palateia, a apenas 5 quilômetros do hotel, embarcar em canoas nativas de madeira até as áreas de cultivo do molusco na Lagoa do Roteiro, cercada de manguezais e de Mata Atlântica. Ainda no barco e também depois do passeio, no wine bar do hotel, os hóspedes vão saborear as ostras em todo seu frescor.

O cenário é cinematográfico. Um santuário em localização privilegiada, em Barra de São Miguel, onde a temperatura raramente chega abaixo de 20ºC, com máximas de 32º em janeiro. O paraíso eco-chic reserva a beleza selvagem da Mata Atlântica e o azul turquesa do mar.

181fab_043438021456480e8874f757171d861a

181fab_1fc03ec4dccc47a99ff623febe7675ce

Conforto e exclusividade em apenas 23 quartos, com 5 tipos de habitações que variam de 45 m² a 200 m², algumas com acesso exclusivo à praia e também incluindo piscina ou ofurô privativa.

Ronaldo, chef residente, e Pedro Andrade, subchef, ocupam-se com esmero na apresentação dos pratos do Kaamo. Nos confins deste paraíso, a panela portuguesa cataplana tem sua vez em terra brasileira. Conforme eles, a ideia partiu da matriarca da família Marques. Maria Fernanda é uma antiga devota do utensílio em cobre e em forma de disco voador, que proporciona ainda mais sabor à excelência do menu. Com os olhos, sim, mas saboreie conosco a cataplana Kaamo e o ápice deste jantar, tapioca do chef, surpresa de chocolate e mousse de coco na água de coco e sorvete de creme e de tapioca.

Por Neiva Schneider

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Final de semana na Serra Gaúcha como você nunca imaginou

Que tal uma programação diferente para curtir o outono inverno? Nossa equipe experimentou e aprovou duas experiências incríveis em Pinto Bandeira e Gramado! Que Gramado é um dos destinos preferidos para curtir o friozinho, todo mundo sabe. Mas que tal uma programação diferente que reúna todo o charme e aconchego da capital do cinema + […]

LEIA MAIS
Image

O ‘glamping’ começa a ganhar fama no Brasil

Natureza, conforto e glamour combinam sim! Foi descoberto pelos britânicos, os australianos dão uma aula com o Longitude 131 e por aqui a tendência ganha corpo No entanto, pouca gente sabe o que é essa prática e, mais importante, qual tipo de turista se encaixa nesse estilo de viagem. A definição que provavelmente estará nos […]

LEIA MAIS
Image

De olho no futuro, sem esquecer as raízes

Dossiê sucesso Firmada como uma das mais importantes e sólidas grifes mundiais de mobiliário, a Florense trabalha com perfeição seu amanhã nos mesmos alicerces em que foi fundada há 65 anos e o que impressiona é o fio condutor dos valores que a perpetuam Em Flores da Cunha, cidade da Serra gaúcha, com menos de […]

LEIA MAIS