Mandarin Barcelona

Sim, o nosso poetinha Mário Quintana sabia das coisas. “A verdadeira arte de viajar… A gente sempre deve sair à rua como quem foge de casa. Como se estivessem abertos diante de nós todos os caminhos do mundo. Não importa que os compromissos, as obrigações, estejam ali… Chegamos de muito longe, de alma aberta e o coração cantando!”, disse ele. E assim deixamos o frio do Sul em direção a hotéis que são destinos, restaurantes que são inspiração.

Barcelona

Um olhar e você está viciado. A alegre, vibrante e multifacetada Barcelona congrega, sutil e harmoniosa, construções da era romana, bairros medievais e os mais belos exemplos do Modernismo e movimentos vanguardistas do século 20. Respira cultura. Em sua avenida emblemática, surge um oásis de contemporaneidade e bem-estar, o Mandarin Barcelona

Muitas são as almas que vieram por alguns dias e acabaram ficando para sempre. Por quê? Porque ela é tudo o que uma cidade deve ser. Um testamento sem remorso para a arte de viver, para o convívio e para os prazeres sensoriais que alimentam o coração, a mente e o corpo. É um lugar para o qual você retornará de vez em quando em uma tentativa fútil de encaixar tudo. Afinal, quantas outras cidades existem no mundo que são um centro de artes a céu aberto, que podem reivindicar mais de 7.400 bares e restaurantes (23 dos quais com estrelas Michelin), mais de 40 mercados de produtos frescos e quase cinco quilômetros de praia mediterrânea lubrificada pelo sol, bairros atmosféricos com arquitetura fantástica, museus que rivalizam com qualquer um em Londres ou Paris e um sistema de transporte público eficientíssimo?

Chegar e aportar em sua avenida mais requintada, a Passeig de Gràcia, é imperativo. Seu olhar dança de obras arquitetônicas de Gaudí a obras de artistas modernistas, lojas de grifes, mesas e restaurantes de tapas ou elegantes luminárias que enfeitam a avenida, em instantes.

É aqui, no coração desta avenida, que ‘hablamos’ Mandarin!

Elegante e contemporâneo, com sutis toques asiáticos, o Mandarin Oriental Barcelona é um oásis de frescor que desabrocha num edifício austero e simbólico dos anos 50. É surpreendente o projeto de interiores desenvolvido por uma das principais arquitetas e designers do mundo, Patrícia Urquiola, que em um segundo momento foi enriquecido com um prédio anexo, que foi sede do Banco Hispano Americano, com novas suítes e exclusivas habitações, respirando o mesmo luxo tranquilo e moderno.

Blanc, no Mandarin Barcelona

 

Deixar a dinâmica avenida e adentrar na passarela de vidro que conduz ao hotel e flui entre o átrio de oitos andares do prédio, com um gostoso chá oriental de boas-vindas foram de um contraste surpreendente e a síntese da antítese que é Barcelona, entre o velho e o novo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas as suítes convidam à luz natural com suas janelas do teto ao chão, para sentir a brisa fresca do Mediterrâneo, com terraços ou varandas – o nosso era um convite ao deleite quase integrando o jardim Mimosa -, com tapetes claros, mobiliário bem pensado, conforto e um espaço de banho que transmite a atmosfera de um spa, com espaço generoso e enormes chuveiros.

Carme Ruscalleda, a chef mais estrelada de estrelas do mundo, com sete estrelas Michelin, magistral no uso de ingredientes locais e frescos – passou a assinar toda a cozinha do hotel (o restaurante Moments tem duas estrelas Michelin), exceto a cozinha do El Terrat, junto à piscina no terraço do hotel, exclusivo aos hóspedes durante o dia, mas aberto à noite, assinada pelo peruano Gastón Acurio. O café da manhã no Mandarin Oriental, no Blanc, é um dos grandes deleites de estar na cidade (ovos Benedict, Chinese Yum cha, sopa de missô e um menu tão sugestivo quanto seu serviço de buffet), imperdível!

E como um deleite para o ávido por tanto a oferecer na Barcelona que seduz, um presente à alma é o tempo em seu refúgio de total serenidade, no super aclamado spa com diversos tratamentos holísticos e terapias, piscina, sauna oriental e tratamentos de medicina chinesa.

Gastronomia estrelada

Os hotéis Mandarin Oriental têm sido reconhecidos há tempos por sua excelência e inovação. Em 2017, somaram 18 estrelas no Guia Michelin para 12 de seus restaurantes, tornando-o o grupo hoteleiro mais premiado do mundo. As estrelas foram concedidas aos estabelecimentos de Hong-Kong (restaurantes Pierre, Mandarin Grill+Bar, Man Wah e Amber), Xangai (Yong Yi Ting), Tóquio

(Signature, Sense e Tapas Molecular Bar), Barcelona (Moments), Londres (Dinner), Milão (Seta) e Paris (Sur Mesure). Muito bom para quem alia experiências gastronômicas ao conforto deluxe de seus hotéis pelo mundo.

 

Um drinque no terraço do Mandarin

O elegante hotel oferece também a melhor terraza para um drink ou jantar. A Terrat, como é chamada, tem uma inigualável visão 360º da cidade – do ladinho da Casa Batlló e com vista privilegiada da Sagrada Família. Até às 19h, é reservado apenas para os hóspedes. Nos domínios de Gastón Acurio, curve-se aos coquetéis – uma delícia o Exotic Paradise e o Pisco Sour – e ao Classic Ceviche Coquetel.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado na edição 35 da Gente que Faz

Fotos divulgação e Neiva Schneider



Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!







POSTS RECENTES

Image

Grécia para arquitetos

Dona de um dos roteiros turísticos mais cobiçados do mundo, a Grécia é mesmo fascinante. Também pudera: este país tem atributos de sobra. Reúne cultura, história, belezas naturais, lugares badalados e hotéis de luxo. Para um grupo de arquitetos gaúchos, que desembarcou em Atenas no final de abril para um tour de dez dias, tudo […]

LEIA MAIS
Image

Do terno e gravata à raia, aos 93 anos

Primeiro lugar no ranking mundial, mais de 100 medalhas de ouro conquistadas, treinamentos diários e vida profissional bem-sucedida. Anton Karl Biedermann, nadador máster do União, que presidiu a Federasul e até agora é uma voz lúcida e valorizada no  meio empresarial e em debates sobre o futuro do RS,  quebra paradigmas e se consagra com […]

LEIA MAIS
Image

Beatriz Dreher Giovannini, a Dama do Vinho

‘A palavra adega não é feminina por um acaso’ Seja durante a vindima colhendo uvas, atrás do balcão auxiliando na venda de espumantes, no receptivo dos hóspedes da pousada, ou realizando degustações com os turistas, lá está a presença de Beatriz Dreher Giovannini, fundadora da vinícola Don Giovanni. Se existe uma Dama do Vinho, este alguém […]

LEIA MAIS