Nova York, mais uma mordida na grande maçã



Só na Big Apple você pode assistir aos musicais da Broadway, conferir o melhor da moda mundial na Quinta Avenida e na Avenida Madison, ou sair para um passeio pelo Central Park, com paradas para ver pinturas e esculturas no MOMA e no Metropolitan Museum of Art.  Seu caleidoscópio de opções gastronômicas varia de carrinhos gourmet espalhados pelas esquinas até elegantes restaurantes com estrelas no guia Michelin. Não se iluda, a melhor maneira de ver Nova York em ação é a pé. Não importa se o seu passeio é uma caminhada tranquila pelas lojas elegantes de Midtown, na Quinta Avenida ou na Avenida Madison, ou uma corrida ao redor do reservatório no Central Park. A pé você conhecerá a cidade como um verdadeiro nova-iorquino.

Na paleta de opções que fazem Nova York ser cheia de energia, todos os dias, dia e noite, há o must to go:

 W New York

 181fab_7601d5b0ab23438d94e7d210366f8d98

Aqui você se sente dentro do cartão postal. A Broadway está na porta, o Central Park, a alguns minutos de caminhada, assim como a Quinta Avenida. Ao chegar ao hotel, você já sente a vibe, em hall com teto de vidro em cascata d`água,  música lounge própria para o ambiente intimista e orquídeas frescas no décor.

181fab_c36188ca3d16431d9d207e8b5221a7c3

Os quartos ou têm visão para os luminosos da Times Square ou para o rio Hudson. Moderno,com arquitetura e design arrojado, é antenado (a academia é excelente, sextas e sábados há DJ e balada em lounges convidativos no living room . Recebe eventos de moda e shows particulares e apresenta um menu recheado de indulgências chamado “Whatever, whenever” (“o que quer que seja, quando quer que seja”, numa tradução livre), que oferece todo tipo de mimos que seus hóspedes requisitarem.

181fab_b4d1e5bc9f814bc18864bc7fe81fcdd8

As suítes WOW podem se transformar em um club completo. Portas de correr isolam a sala de estar da suíte e a iluminação cria ambientes diferentes para dia e noite. Uma mesa para oito pessoas vira, facilmente, um bar, e uma cabine de DJ está a postos. Além disso, cada detalhe do décor lembra NY. Excelente restaurante japonês complementa o menu W New York, assim como jornais do dia, cafeteira no quarto, a indulgência que você pensar!

Espetáculos espetaculares

Os melhores lugares para ver espetáculos são o Carnegie,  ícone nova-iorquino desde a inauguração, em 1891; e o Lincoln Center, que abriga a Metropolitan Opera, a New York Philharmonic, o New York City Ballet e o Dizzy’s Club Coca-Cola, clube sofisticado para tomar um drinque e ouvir ótimo jazz no fim de noite. Para quem topar sair de Manhattan, a BAM (Brooklyn Academy of Music) é referência em shows e peças de vanguarda.

Spa e a cidade

181fab_05da695d3e5c4f32842718ac89dbcb0a

O spa  do Trump Soho, em um dos bairros mais descolados de NY, é uma pausa maravilhosa para descansar, acalmar, purificar, equilibrar. No balcão você seleciona sua intenção e depois disso tem o templo do bem estar à sua disposição, com amenities de beleza, revistas e jornais, maçãs e guloseimas, champagnes e chás.

181fab_c3c1d952e3954f1a82b75ee1ed7df1c5

Há quem diga que o lugar teve inspiração numa viagem de Ivanka Trump à Turquia,  são cerca de mil m² divididos em dois andares com saunas, banho turco e 3 spa suítes. Há inclusive espaço para eventos petit comitê – até 10 pessoas. Sofisticação, qualidade e luxo são os pilares da marca Trump e é o que se tem no imóvel projetado por Handel Architects, com interiores do Grupo Rockwell e mobiliário personalizado por Fendi.

A Classic Trump Massage é uma opção de sonho para 60 minutos de aromaterapia e mãos que deslizam com conhecimento.

Mesa posta

Budakkan

181fab_e40911f6ad634424ade26319e5fbcd82

Permite continuar a noite no Meatpacking (local que era utilizado por frigoríficos para o preparo e para a venda de carne e que encanta na sua renovação), excelente par a ir com amigos ou para confraternizar. O lugar é incrível, a comida é gostosa, peça um drinque sexy e surpreenda-se com este asiático sofisticado, repleto de gente bonita e com ambientes tão impressionantes. Seus espaços são de tirar o fôlego, a recepção é chiquérrima, e para ir ao salão principal você não sabe se cuida a escadaria enorme ou contempla os imponentes lustres.

É um dos restaurantes com arquitetura mais impressionante, no mundo.  Brasileiro gosta de pompa, de “special effects”, de ambiente, de glamour, e dos painéis de carvalho que revestem o hall gigantesco à mesa especial para banquetes e aos lustres, tudo parece fazer parte de um grande espetáculo. Aos convivas, novo deleite com os pratos, que podem ser perfeitamente divididos. De entrada, imperdível o Cantonese Spring Rolls. Abre às 17h e o “dress code”? Urbano chic, divertido, descolado. Para jantar lá, só com reserva.

181fab_b0ef9485db354a009f0b7560bde445a1

Wayfarer

181fab_49eae343b94a4706945cfe694eeca14e

Novíssimo em NY, na esquina da 57th Street com 6th Avenue, junto ao The Quin Hotel. Com decoração luxuosa integrando couro e madeiras, traz um quê dos clubes de cavalheiros de antigamente com um toque de design de disco club. O velho encontra o novo e o espaço, inspirado nos anos 70, é uma pedida e tanto após um show na Broadway.

181fab_e6cb5be43d7e44e8b2cb55e91a57aad8

O chef executivo Braden Reardon proporciona uma experiência única com pratos elaborados e fantásticos com frutos do mar. É à mesa que sentimos o quão soberbo é o lugar. Todos os pratos que degustamos são fantásticos, mas dá água na boca relembrar o The Royale – basicamente um prato de frutos do mar de três níveis, com ostras, vieiras, mexilhões, lagostas, caranguejo, atum e outros frutos do mar.

Butter Poached Lobster with White Polenta, Hon Shimeji Mushrooms and Kaffir Emulsion. Prepared by Brandon Kida, Chef of Asiate - Mandarin Oriental - New York

Butter Poached Lobster with White Polenta, Hon Shimeji Mushrooms and Kaffir Emulsion. Prepared by Brandon Kida, Chef of Asiate – Mandarin Oriental – New York]

Asiate

O serviço é excepcional no restaurante localizado no 35º andar do hotel Mandarin Oriental, um dos mais luxuosos da cidade, com localização privilegiada na Columbus Circle com a 60th Street, bem em frente ao Central Park.   O cardápio de inspiração oriental surpreende sempre, todos os pratos são meticulosamente preparados e dão continuidade ao êxtase do primeiro momento no lugar.

O que impressiona de início é sua parede de 1.300 garrafas de vinho e uma incrível escultura presa no teto. Logo a seguir, uma das características mais marcantes do Asiate: O skyline de Nova York e do Central Park. Já tínhamos experimentado esta vista durante um almoço, mas agora, à noite, tudo nos pareceu majestosamente sofisticado.  Luzes, arranha-céus e neon fizeram a vista ser simplesmente fabulosa.

De segunda a sexta-feira, o restaurante oferece um almoço executivo a preço fixo (35 dolares). É uma ótima oportunidade de comer bem num dos melhores restaurantes da cidade e com direito à melhor vista do Central Park. À noite há a possibilidade de se optar pelo menu degustação, com sete pratos, o Tasting Menu, quando podemos experimentar em uma única refeição várias especialidades de pratos do chef, só que em porções menores do que o habitual. Há ainda a opção de incluir o Wine Pairing, combinando os pratos com os vinhos, para melhorar mais ainda a experiência do jantar. Annie Turso, sommelier do Asiate, foi encantadora, comentou o quanto adora o Brasil, auxiliando-nos com carinho na compreensão do espumante, dos saquê e dos vinhos que acompanhavam cada prato da chef de cuisine Angie Berry e do Executive Pastry Chef Paul Nolan.

Brunch no The Lowell

 181fab_140a422c1a484f449c8faf00de00aea4

Não há como resistir. Um brunch no hotel boutique de luxo The Lowell é a pedida perfeita para a pausa na caminhada pelas lojas da Madison Avenue ou pelo Rockfeller Center ou Chrysler Building – tudo está muito próximo. O chá da tarde ou o brunch, este no final de semana, é servido no Pembroke Room, charmoso, com flores frescas nas mesas e atenciosidade ao servir.

Com sua fachada art deco/moderna, o The Lowell é arquitetonicamente  significativo no histórico bairro de Upper East Side, uma área designada como um marco na cidade, e que tem sido recomendada pelo Conselho de Estado de New York para preservação histórica. Íntimo e luxuoso, é mantido em reconhecimento à rica história que contribuiu para estabelecer a sua notoriedade atual. Personalidades do cinema, CEOs e executivos do mundo da moda e design, editores de mídias reconhecidas e empresários frequentemente hospedam-se e apadrinham o hotel. Muito próximas estão lojas como Michael Kors, Hermes e Chopard e o aconchego do The Lowell tornou-se irrecusável para instantes de bem estar no intervalo do frenesi de Nova York.

Por Neiva Schneider

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Casos de colesterol alto podem ter origem familiar

Mapeamento genético da doença será um dos temas abordados em simpósio na Capital gaúcha, neste sábado (19/5) Eventualmente provocado por maus hábitos alimentares, o colesterol alto também pode ter influência no histórico familiar, conhecida como dislipidemia poligênica. No entanto, a cada 300 indivíduos no mundo, um possui a doença em virtude da herança genética direta. Isso ocorre quando o pai carrega consigo um dentre seis genes […]

LEIA MAIS
Image

B-day Lú Brandão

Através das imagens, a interpretação perfeita da noite do b-day de Lú Brandão, dia 10 de maio.  Uma recepção de ode à felicidade, bem do jeito da anfitriã de ser e interagir. Genuína e alegre, ela recebeu vestindo sua grife homônima em couro e presenteou sua personalidade com quem lhe faz bem com uma mesa […]

LEIA MAIS
Image

Emma Stone e Kristen Scott Thomas usam NARS no tapete vermelho do Met Gala 2018

Maquiagem assinada por Rachel Goodwin para NARS Cosmetics Rachel Goodwin, maquiadora das celebridades, diretora, artistry e red carpet PRO NARS para América do Norte, criou o look de beleza de Emma Stone para o Met Gala 2018. Abaixo mais detalhes e os produtos usados para alcançar este look: Inspiração: “Quando vi Emma vestida para esta […]

LEIA MAIS