Lapostolle



Entre videiras centenárias e fazendas encantadoras que formam a paisagem deste bonito vale, chegamos àquela que é considerada uma das bodegas mais sofisticadas do país, com a sua Lapostolle Residence, único Relais & Châteux do Chile

Aqui, a chave é a sofisticação e logo avistamos imersa em uma paisagem única, em frente à cordilheira costeira coberta de vegetação verdejante, a vinícola que produz os Clos Apalta, vinhos 100% orgânicos que são um dos bastiões da vinicultura chilena.

A adega escavada na colina atesta a arquitetura e as instalações exemplares. Os vinhos de processo manual, premiadíssimos, da vinícola fundada em 1994 pela francesa Alexandra Marnier Lapostolle, uma das mulheres mais influentes e dinâmicas do mundo do vinho, e aqui produzidos, foram a escolha de Kate Middleton para o jantar da noite que antecedeu o casamento real.

Após recomprar a sua ‘menina dos olhos’, em dezembro de 2016 (a Lapostolle havia sido vendida para o Grupo Campari, alguns meses antes, juntamente com a Grand-Marnier), Alexandra novamente está à testa daquela que é sua maior paixão, não poupando esforços para produzir aqui os melhores vinhos possíveis. Comenta–se que a Lapostolle é o mais francês dos produtores chilenos, produzindo tintos, brancos e rosés de grande classe e elegância, cuja inspiração são os melhores vinhos europeus.

As quatro residências que servem de hotel foram inicialmente construídas para atender Alexandra e seu marido, seus dois filhos e um casal de convidados. Hoje, após uma espumante de boas-vindas, encantam convidados.

Exclusivas, inspiradas nas quatro variedades de uvas de Clos Apalta, discretas e cada uma situada em um refúgio de natureza intocada nas encostas do vale, apresentam uma vista extraordinária.

Licor Grand Marnier, vinhos Lapostolle, cafeteria Nespresso, guloseimas, lareira, flores frescas, velas na banheira e janelas com vidros amplos que fazem as vinhas serem extensão do quarto, cama inigualável, trazem um aconchego que pede para ficar. Não há como se render ao convite de um exemplar Lapostolle no deck que circunda o quarto e convida à contemplação do lugar.

Há quem reserve apenas almoço, jantar, visita, cavalgada, passeio de bicicleta ou degustação de vinhos.  Mas o charme de aqui se hospedar e experimentar os sabores do Chile com ervas e verduras da horta em pratos surpreendentes e perfeitamente harmonizados ao pé de uma lareira, desfrutar do cenário da piscina durante o dia e após o jantar, com mantas quentinhas, degustar um exemplar de uma carteira de vinhos premium que inclui Sauvignon Blanc, Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Merlot, Carmenère ou Syrah, no topo do vale, é uma experiência singular e para se levar na retina.

Detalhes de uma hospedagem singular

Obrigada a Nestor, Marcelo e Chef Francisca, que nos encantaram no jantar de 04 de maio, com cada prato apresentado e bem harmonizado com o Lapostolle Cuvée Alexandre Chardonnay 2011, Clos Apalta 2012 e Grand Marnier Titanium.

À tarde, fizemos a visita à vinícola Clos Apalta, junto à Residência, inteirando-nos do processo horizontal de elaboração do vinho. A cada andar, uma etapa de produção, que culminou na mesa com a degustação de vinhos. Quando tudo parecia finalizado, o sommelier abriu como que secretamente parte do tampo de vidro da mesa e fomos convidados à adega de dois andares com os mais seletos exemplares da região .

 

 

 

 

 

 

Publicado na edição 34 da revista Gente que Faz

Por Neiva Schneider

Fotos divulgação e acervo pessoal

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Tapeçaria persa ganha versão à flor da pele

Império Persa lança campanha “Tapetes que Marcam” A cultura da tapeçaria persa à flor da pele. Este é o ponto de partida do projeto Tapetes que Marcam. Idealizado pela rede Império Persa Home Design, a ação reuniu sete escritórios de arquitetura e decoração da capital. Amanda Kreling, Elisa Martins, Ione e Liana Klein, Michel Keller, […]

LEIA MAIS
Image

Apure os sentidos: cheiros, sabores, bom gosto e calor de família

Eles adoram receber, uniram-se no amor às coisas da infância, da terra, da natureza. Construíram uma família e fizeram com que a casa fosse extensão do jeito de viver que pede para apurar os sentidos. Cheiros e sabores, fogão à lenha, madeira, frutas e temperos frescos, calor de família e amigos. Queriam eles mais um […]

LEIA MAIS
Image

Vivendo nas nuvens

Ane Saraiva viveu um ano e meio no Templo Budista Chadgud Gonpa Khadro Ling, em Três Coroas. Escolheu ficar sem TV, revistas ou jornais e conviveu com apenas 50 pessoas, meditando diariamente, mergulhando para dentro de si mesma. Conforme ela, tratando com mais sabedoria seu bem maior, sua própria vida   Ane escolheu ficar sem […]

LEIA MAIS