Image

Criatividade gaúcha em vitrina nacional

É uma gaúcha de Soledade, Marlene Lodi, quem assina a coleção de joias que será usada no horário nobre da Globo, na novela Fina Estampa. Assim como a designer, suas peças recebem invólucro de ousadia e personalidade e agregam valor à nossa riqueza natural.

PIC 160A empresária de Soledade, Marlene Lodi, assina joias que veremos no horário nobre da Globo, na novela Fina Estampa. As criações são exuberantes e cheias de personalidade. A telenovela Tempos Modernos foi a primeira que apresentou as peças da MR Lodi, feitas com pedras das minas de Soledade e ostentadas pela personagem Gorete, interpretada por Regiane Alves. A empresária Marlene Lodi deixou na produção mais de 30 peças e ainda voltou do Projac com encomendas para outros atores do elenco. Mas, muito antes disso, Marlene acreditou e viu que no design daria o diferencial ao material bruto que caracteriza uma das pujanças da cidade gaúcha que a acolhe desde o berço.

Marlene, com personalidade forte e jeito encantador, vem de uma família pioneira no segmento e alçou seus próprios voos numa época em que ninguém via as pedras como joias. “Há 16 anos comecei a ver os minerais com outros olhos. Todo mundo olhava pedra como pedra apenas. Antes eu já trabalhava na companhia da minha família, mas resolvi sair da empresa do meu pai para trabalhar com joias. Na época, ninguém via as pedras como joias. Joias eram apenas diamantes e ouro. Comecei a pegar pedras brutas e agregar metais na prata, fazendo com que elas se tornassem joias. Nunca fiz a joia pelo metal, sempre fiz pela pedra. Pegava uma pedra bruta e imaginava como ficaria transformada em uma jóia. Meus desenhos se baseavam nas pedras. Tive coragem e ousadia numa época em que ninguém acreditava no potencial dos minerais e o mercado era dominado, na sua maioria, por homens e pela exportação”, contou.

D382468FDC97E289A243D0A474D

O convite para as peças de Marlene irem para a telinha em horário nobre partiu da figurinista Emilia Duncan, que observou que a grife Gucci estava utilizando lâminas de ágata na confecção de joias. Agora, ganham mais força e passam a se tornar objeto de desejo de inúmeras mulheres.
País que brilha
O Brasil encanta pela riqueza de suas pedras preciosas. Dados do IBGM (Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos) apontam que o país é responsável pela produção de mais de 30% do volume das gemas no mundo (excetuados o diamante, o rubi e a safira) e é um importante produtor de ouro, estando em 12º no ranking mundial. O órgão ainda estima que existam em torno de quatro mil empresas trabalhando com as atividades de lapidação, joalheria, artefatos de pedras, joias folheadas e bijuterias em território nacional. No segmento, 80% do volume de produção têm como destino final as exportações, enquanto nas joias, 90% das vendas estão concentradas no mercado interno. Investindo em design e com a nossa produção mais valorizada no mercado interno, diminuímos a dependência no mercado externo e agregamos valor à riqueza que aqui temos.



Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Suave é a noite

  “Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão.” Carlos Drummond de Andrade Domingo fui a uma “clínica de repouso”, numabairro nobre de Porto Alegre, visitar minha ex-sogra que reside lá. Meu filho já havia me alertado de que não existe “ex-sogra” e que esse vínculo eterno para surpresa minha e de outras […]

LEIA MAIS
Image

Marcelo Rosenbaum vem para a Construmóbil 2017

Ao propor o tema Economia Colaborativa, a Feira da Construção Civil, Mobiliário e Decoração do Vale do Taquari – Construmóbil 2017 busca estimular ações e debates sobre as novas relações de consumo. E para abordar as ferramentas que geram transformação, a feira confirma a palestra Design Essencial, com o renomado designer Marcelo Rosenbaum. Agendado para […]

LEIA MAIS
Image

SOMAR é reconhecida com o BrazilQualitySummit 2017

  A gaúcha SOMAR está no topo do ranking nacional da mineração de areia e em 25º lugar no ranking geral das mineradoras brasileiras Um dos mais importantes anuários do País – a Revista Minérios&Minerales, que em 2016 completou 40 anos de publicação ininterrupta, apontou a SOMAR – Sociedade Mineradora no topo do ranking nacional […]

LEIA MAIS