Claus e Vanessa: sem medo de amar, ousar e ser feliz



Juntos há 17 anos, tanto na carreira como partilhando uma vida em comum, Claus Fetter e Vanessa Marques são donos de uma trajetória de sucesso por onde deixam os acordes de suas músicas, quer seja nos palcos de grandes shows ou tocando em casamentos, formaturas e feiras

Tudo começou lá em 2001, quando se conheceram cantando em bares, na noite de Porto Alegre. Claus viu Vanessa cantando e convidou-a para tocar com ele na noite da capital gaúcha. Ela topou e eles começaram a ensaiar e a se conhecer mais, o que evoluiu, um mês depois, também para um namoro. A partir daí, o casal não se separou mais, e seguiu cantando pelas casas noturnas porto-alegrenses.

Porém, ambos consideram que a carreira decolou de fato em 2006, quando estouraram no cenário musical brasileiro. Na época, Claus havia conhecido um produtor musical, o Maurício Bressan, que produziu o primeiro CD da dupla, quando gravaram ‘Medo de Amar’. “A música pegou muito, foi tema da rádio Atlântida FM, de Porto Alegre, e do programa Malhação, da Rede Globo, além de assinarmos também com a gravadora Universal.” Ou seja, a música de Claus e Vanessa estava sendo tocada nas rádios pelo Brasil afora! Expressando satisfação ao falar sobre isso, Claus lembrou que a ideia inicial de fazer um CD era apenas para vender nos bares…!

“Por conta de nossa música ‘Medo de Amar’ ter ido parar na Malhação, começamos a fazer shows por todo o País, inclusive com participação no carnaval de Salvador, nos trios elétricos.” Foi então que, em 2010, após um tour que o casal fez em Portugal e Barcelona, foram convidados a tocar no “Brazilian Day”, de Nova Iorque (EUA).

Exterior – Em 2017, Claus e Vanessa passaram uma temporada na Flórida, de junho a setembro, voltando ao Brasil para cumprir uma agenda de shows já previamente acertados, até os primeiros meses de 2018. No início de março deste ano, voltaram para a Flórida, onde residem até novembro ou dezembro próximo. Durante este período, nos EUA, a dupla pretende deixar acontecer, tanto na música como na possibilidade de abrir algum negócio em terras norte-americanas. No Brasil, eles têm um Casa de Eventos, em Porto Alegre, e também já foram proprietários de um salão de beleza.

“Temos parentes e amigos morando na Flórida, e nossa ideia de ir para lá é para que nossa filha, Olívia, hoje com quatro anos, já comece a ter contato com outro idioma, no caso o inglês, e, quem sabe, no futuro, estudar nos EUA e alçar voo.” Claus comenta ainda que a agenda da dupla para a volta ao Brasil, no final do ano, já está sendo preenchida. “Lá em dezembro, já temos shows marcados, inclusive com horário de início.” Eles estão sendo consultados também para datas disponíveis em 2019.

Claus e Vanessa casaram no Havaí, em 2012

 

 

 

Casamento – Como não poderia deixar de ser, a música da dupla também estava presente na cerimônia de casamento do casal, porém de uma forma bem diferente. “Casamos no Havaí, na beira da praia, em 2012, e eu toquei para a Vanessa chegar até o altar!” Claus relembra que o mentor da ideia de casarem lá foi um salva-vidas, que era seu amigo. “Gostei da sugestão dele e acabamos casando no dia seguinte. Convidei, de um dia para o outro, meus amigos que moravam no Havaí, adornamos o altar com flores, e um cantor havaiano, que celebra casamentos, conduziu a cerimônia da nossa união. A música tema da celebração foi “O Som do Mar”, de nossa autoria!”

Some a parceria na vida e na música, o carisma de ambos, a potência vocal de Vanessa e o swing do violão de Claus, e então temos o fascínio e o sucesso do casal querido revelação na música. Aos donos das canções-sucesso “Medo de amar”, “Amor, se você for embora” e “Teu Cheiro”, muito, muito mais sucesso desejamos, onde estiverem.

“Essa dupla é encantadora! Aliás, muito mais do que encantar, envolver e engajar com a música, eles tocam pelo amor, pelo carinho e pela paixão de deixar um legado. De tocar a alma das pessoas com o seu trabalho. Eles sabem fazer e fazem bem feito! Ter a oportunidade de conhecer, de conviver e de ser Coach deles é simplesmente incrível! Construir o projeto e fazer parte de mais uma etapa importante na carreira de ambos me enche de orgulho! Que a vida proporcione ao Claus e à Vanessa muita abundância e prosperidade! Que essa dupla possa levar para as pessoas experiências, reflexões, diversão, uma vida leve e bem vivida, pois é assim que são, e é por isso que o próximo nível está chegando! Desejo que curtam a jornada, vivam intensamente, experimentem novas experiências e continuem amando, se divertindo e impactando. Eles merecem, os fãs também! Gratidão por fazer parte e pelo que está por vir! Minha admiração!”

Fernanda Tochetto – especialista em Prosperidade, Psicóloga e Master Coach

Por Andréa da Silva Spalding

Publicado na edição 38 da revista Gente que Faz

 

 

 

 

Tags relacionadas

Comente



Compartilhe!




POSTS RECENTES

Image

Zico apita para solidariedade

Endeusado especialmente por japoneses e flamenguistas, o Galinho de Quintino é um dos maiores nomes do futebol brasileiro. E, mesmo após a aposentadoria, dedica-se aos projetos sociais e jogos beneficentes, como uma forma de retribuir do que o esporte lhe deu Lajeado recebeu, em dezembro, a segunda edição do Craques Solidários. Criado em 2016, a […]

LEIA MAIS
Image

Claus e Vanessa: sem medo de amar, ousar e ser feliz

Juntos há 17 anos, tanto na carreira como partilhando uma vida em comum, Claus Fetter e Vanessa Marques são donos de uma trajetória de sucesso por onde deixam os acordes de suas músicas, quer seja nos palcos de grandes shows ou tocando em casamentos, formaturas e feiras Tudo começou lá em 2001, quando se conheceram […]

LEIA MAIS
Image

Casos de colesterol alto podem ter origem familiar

Mapeamento genético da doença será um dos temas abordados em simpósio na Capital gaúcha, neste sábado (19/5) Eventualmente provocado por maus hábitos alimentares, o colesterol alto também pode ter influência no histórico familiar, conhecida como dislipidemia poligênica. No entanto, a cada 300 indivíduos no mundo, um possui a doença em virtude da herança genética direta. Isso ocorre quando o pai carrega consigo um dentre seis genes […]

LEIA MAIS